Algumas dicas para quem vai viajar de trem

O trem é um dos meios de transporte mais utilizados pelos viajantes, seja pelo preço, pela comodidade, pela estrutura, pelo fato de algumas cidades não possuírem aeroporto, e no meu caso, pelas paisagens e aventuras que uma jornada nos trilhos nos leva!

No entanto, é necessário ficar de olho e ter muita atenção! Assim como qualquer pessoa que nunca viajou de avião gostaria de dicas para não se “perder”, o mesmo se aplica para quem ainda vai começar a andar de trem. Afinal de contas, eu aprendo errando e para evitar qualquer situação para outras pessoas, é super prudente postar dicas por aqui, certo? On y va?!

  1. Pesquise os possíveis trechos num site de passagens de trem.
    É essencial planejar qualquer viagem de trem com os olhos colados na tela do computador. Vai que você quer ir viajar pra Praga de manhã, e só tem trem saindo à tarde? Ou que não existem trechos diretos para o seu destino? Até mesmo a cidade nem constar nas linhas de destino e conexões desejadas. No entanto não faço as compras nesse caso pela internet, pelo simples fato de segurança e até certo ponto, praticidade (é necessário retirar as passagens no ticket booth da estação de trem de qualquer maneira).
  2. Compre a passagem com antecedência.
    Seja na internet ou na estação, é interessante comprar a passagem com no máximo um dia antes da viagem. Vai que no dia pretendido da viagem as filas estejam muito longas, o cartão não passa, você acorda tarde, o trânsito (ou o transporte público te prega uma peça, vide metrô 3 de BP) te impeçam de chegar a tempo de inclusive entrar no trem.

    Minha passagem de trem para Saratov. (tudo em cirílico!)

    Minha passagem de trem para Saratov. (tudo em cirílico!)

  3. Além da passagem, compre o seat reservation.
    O Seat Reservation custa uns 2 ou 3 euros, e é só mesmo para garantir seu lugar certo, mediante sua passagem. Para aqueles que não querem gastar seus 2 ou 3 euros só para ter seu lugar “certo”, a passagem em si já garante seu lugar. No entanto, poupa uns 20 minutos de descanso para encontrar um lugar sem nenhuma marcação. Dependendo dos trens, essa marcação nem existe, mas é bom se informar na hora da compra.
  4. Leve um lanche para comer durante a viagem.
    Na Hungria eu sempre parava num restaurante turco e levava um Gyros pra comer no trem. Fora isso, eu sempre andava com refrigerante, biscoitos, pães e tudo. Na minha bela viagem de 18 horas (foi pouco, viu?) num trem na Rússia, eu levei um supermercado quase inteiro! E te digo que valeu a pena.

    Companheiros de cabine!

    Companheiros de cabine!

  5. Night trains são uma boa pedida.
    Especialmente quando você tem algum compromisso pela manhã e não quer perder horas preciosas em algumas cidades. A dormida pode ser um pouco desconfortável mas nada que tire a energia para o dia seguinte. Só de se estar num lugar novo, o fôlego volta!
  6. Tenha as passagens sempre à mão.
    Entre países na Europa, de vez em quando um fiscal entra no trem ao atravessar a fronteira, para carimbar a passagem como uma “entrada”, tipo como num passaporte ao passar pela imigração. Esse carimbo é uma garantia de que a passagem foi de fato comprada, e também fiscalizada. Em trens que circulam somente no mesmo país a fiscalização também ocorre. No entanto, eles costumam dar só uma rubrica.

    Plataforma de trem em Bratislava

    Plataforma de trem em Bratislava

  7. Beba bastante água.
    Pois afinal de contas, essa é uma viagem como qualquer coisa. Saúde em primeiro lugar!
  8. Fique atento às direções.
    Ao comprar uma passagem, é bom saber primeiramente a estação de saída e a de chegada. Após isso, é bom saber para onde você vai, e quais são as direções a serem tomadas. Saber onde descer no metrô/ônibus, onde fica o hostel/hotel, achar alguma casa de câmbio pelo caminho, talvez… Já é bom ter uma noção de todas essas direções antes de partir para já ter um destino certo.

    Danúbio fazendo as honras!

    Danúbio fazendo as honras!

  9. Baixe aplicativos sobre o destino.
    Um aplicativo guia sobre a cidade é bem interessante! Eles tem mapas, direções, pontos turísticos, roteiros a pé e muito mais. Caso você não saiba pra onde ir, pode dar uma olhadinha no seu celular.
  10. Aproveite bastante as paisagens!
    Essa é a melhor dica! Você nunca sabe o que terá no caminho da linha férrea!

    Cidadezinha fofa!

    Cidadezinha fofa!

Anúncios