Como escolher um bom hostel

Os famosos albergues, ou simplesmente “hostels” estão cada vez mais caindo no gosto dos viajantes, simplesmente por oferecer preço e comodidade em um só fator. Obviamente não é qualquer hostel que oferece tudo que procuramos, mas algumas dicas podem nos ajudar a escolher aquele que nos proporciona o melhor custo-benefício.

Sair por aí só com uma mochilinha nas costas e pronto! :)

Sair por aí só com uma mochilinha nas costas e pronto! :)

1. Observe o acesso.
Antes de reservar qualquer hostel, é indispensável que você saiba onde ele se encontra e como faz para acessá-lo. Fazer a reserva aliada a um mapa que mostre possíveis linhas de metrô/ônibus ajuda bastante. Vai que acontece algum imprevisto que te deixa perdendo tempo procurando hostel enquanto você poderia estar aproveitando a cidade de uma outra maneira?

2. Faça a reserva em sites confiáveis.
A grande maioria dos hostels (especialmente os mais confiáveis) está disponível em sites como o hostelworld.com ou o hostelbookers.com. A reserva é feita online e super simples, em apenas alguns cliques. Alguns desses sites cobram uma taxa de reserva (coisa de 2, 3 dólares/euros) enquanto outros não o cobram pelo serviço.

3. Jogue o nome do hostel no Google.
Jogando no Google, acabamos por descobrir recomendações e detractors de hostels por aí. Querendo ou não, depoimentos de viajantes são essenciais na hora de escolher o destino final ou aonde você vai se hospedar.

4. Próximo do máximo de coisas possível.
Um hostel próximo a grandes atrações turísticas da cidade é cômodo na hora de turistar. Apesar da experiência de pegar transporte público no exterior ser bem interessante, de certeza economizamos tempo para conhecer mais coisas!

5. Compare os preços.
Sabe quando dizem que o barato sai caro? Talvez um barato demais levante algum tipo de suspeita. Para isso, nada que uma boa pesquisada resolva.

6. Segurança.
Saber como seus artigos são protegidos em caso de alguma emergência talvez não seja a primeira coisa que viajantes procurem. Hostels que oferecem armários individuais, cofre e até uma sala vigiada para deixar malas e afins são bem mais seguros.

7. Utensílios.
Geralmente os hostels oferecem roupa de cama, edredom e afins para as camas. Já produtos e artigos de higiene como toalhas, sabonete, shampoo e afins são mais raros de se encontrar, enquanto alguns hostels podem cobrar pelo serviço. Na dúvida, leve seus próprios artigos de higiene pessoal.

Ainda mais: o que um hostel pode oferecer de interessante!

  • Wi-fi gratuito: especialmente no mundo de hoje, é super difícil não conviver com internet! Pelo menos pra mim, sem internet me sinto na idade da pedra.
  • Escada e elevador: carregar malas pesadas em uma escadaria não é nada interessante. Pelo menos a minha experiência foi traumática.
  • Bar e lounge: alguns hostels oferecem bares e festas de integração dos hóspedes. Geralmente quem se hospeda em hostel tem a mente aberta e gosta de conhecer novas pessoas e ter novas experiências. Essas festas são bem interessantes, e recomendo!
  • Café da manhã: já fiquei em hostels que por um preço bem pequeno, simplesmente um banquete era oferecido! Com um bom jeitinho brasileiro, deu até pra fazer um sanduíche e levar pra comer depois.

Considere o hostel para uma próxima viagem! Toda experiência é bem vinda!

Anúncios