Castelo de Bratislava e minhas impressões

Olá, todo mundo! Quando eu morava em Budapeste, escrevi esse post aqui sobre uma viagem bate-e-volta até Bratislava, capital da Eslováquia. Fomos de trem, um grupo de 12 amigos buscando conhecer um local novo num feriado. A viagem foi muito agradável, e contei o relato completo do dia no post.

Um dos lugares que visitamos na capital eslovaca foi o Castelo de Bratislava (Bratislavský Hrad), localizado no alto de uma colina.

Castelo de Bratislava

Castelo de Bratislava

Como chegar até o Castelo de Bratislava?

O castelo não fica ~exatamente~ no centro histórico de Bratislava, mas é bem pertinho. O nosso ponto de referência foi a praça principal da cidade, local com vários restaurantes e bistrôs ao ar livre. Seguindo à direita, encontramos a Catedral de São Martim, uma bonita igreja pelo lado de fora, mas nada demais.

Catedral

Catedral

Daquela posição, já dava para ver que o castelo estava bem perto, mas teríamos que atravessar uma avenida que culmina numa ponte que atravessa o rio Danúbio. Ah, e essa ponte é a que possui o restaurante Ovni, um dos marcos da cidade.

Prestes a iniciar a subida

Prestes a iniciar a subida

Para atravessar a avenida, existe uma passagem subterrânea que leva ao outro lado, cheia de graffiti e pixos, não era um local muito bem cuidado. Saindo de lá, a subida propriamente dita até o Castelo de Bratislava começa na rua Blebavého, que é uma ruelinha de paralelepípedos íngreme.

A subida

Que subida horrorosa! Por muitas vezes pensei em desistir da caminhada, pois parecia que eu não aguentaria mais! Mas todas as vezes eu olhava para o lado e me impressionava com a vista, o que era uma motivação extra para continuar caminhando. Também agradeço as minhas amigas que me motivaram e caminhavam devagar para me ajudar a andar!

Mais escadas até o castelo!

Mais escadas até o castelo!

Chegou uma determinada hora que passamos pelo Portão Leopoldo, que é tipo o marco de entrada do castelo. Ali é íngreme também, e o piso de paralelepípedo não ajudava.

Após a passagem pelo portão, estava crente que eu já estaria chegando no topo do castelo, comecei a me empolgar achando que finalmente a subida estaria chegando ao fim, até que eu vi uma escadaria enorme para chegar até lá em cima! Eu quase entrei em desespero! Seriam mais alguns lances de escada até o destino final – mais uma peça que a vida me pregou!

O castelo e a vista

Sobrevivi e cheguei no topo! Foi difícil, foi sofrido, mas estava lá! Mas a moeda (como sempre) tinha dois lados.

Primeiro, tenho que falar da vista! Só de observar a cidade inteirinha lá de cima já compensou todo o esforço sofrido para chegar até lá. Acho que dava até pra ver a Áustria de lá de cima, já que Bratislava fica bem na fronteira entre a Eslováquia e seu vizinho germânico.

Parte da vista de Bratislava

Parte da vista de Bratislava

O vento que batia era bem gostoso, e todos nós tiramos muitas fotos, de várias maneiras. Todos jovens felizes e empolgados, foi muito bom estarmos todos juntos!

O segundo lado da moeda foi o castelo, justamente o motivo de todo nosso esforço para subir até lá. Honestamente, achei o Castelo de Bratislava nada demais. Todo branco por dentro e por fora, um amigo disse que parecia um convento, e não um castelo.

Foto torta da parte de dentro do castelo

Foto torta da parte de dentro do castelo

Realmente de perto, achei o castelo meio meh, já que ele não possui nem cor, nem arquitetura vibrante. Uma razão para isso deve ser as alterações que o Castelo de Bratislava sofreu durante toda a sua história, devido a guerras e outros tipos de deterioração. É possível que parte de seu estilo original tenha sido mudado com o passar do tempo.

O Castelo pode ser visto de vários ângulos por muitas partes da cidade. Dessa perspectiva, visto de longe, o castelo (na minha opinião) é mais bonito, ajudando a adicionar um toque medieval à paisagem urbana de Bratislava.

Quando nós fomos, estava acontecendo uma exposição fotográfica, grátis. Não entrei pois estava tirando fotos do lado de fora, mas os meus amigos chineses e filipinos entraram rapidamente. Segundo eles, não era nada demais (tanto é que eles saíram bem rápido dali).

Mas então, vale a pena visitar o Castelo de Bratislava?

Sim, vale! A vista da cidade é bem bonita, o que na minha opinião é o que mais encanta dali. O castelo em si, como disse, não me chamou tanta atenção, mas é melhor ir conhecer com seus próprios olhos e tirar suas próprias conclusões.

Bratislava from above

Bratislava from above

O entorno do castelo durante a subida é bem bonitinho e pitoresco (adoro essa palavra), mas fica a dica de ir usando um bom tênis e carregue uma garrafinha de água para se hidratar durante o caminho.

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Castelo de Bratislava e minhas impressões

Os comentários estão desativados.