Airport review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)

O aeroporto de Frankfurt é um dos principais portões aéreos da Europa, ficando atrás somente do aeroporto de Londres – Heathrow e de Paris – Charles de Gaulle. Na Alemanha ele é o principal hub aéreo da Lufthansa, que é a maior empresa aérea do país, e atualmente ele serve 275 destinos em 111 países!

Pelo tamanho, número de destinos e obviamente número de passageiros, o aeroporto de Frankfurt é bem preparado para o viajante, possui excelente infraestrutura e está constantemente buscando melhorar o atendimento ao cliente – que já possui altíssimo grau de satisfação devido à eficiência alemã.

Aguardando meu vôo no Aeroporto de Frankfurt

Aguardando meu vôo no Aeroporto de Frankfurt

Existe conexão direta com o Brasil?

Sim, e várias cidades no Brasil possuem voos diretos a Frankfurt!
A Lufthansa oferece voos diários partindo de São Paulo – Guarulhos (11h35min) e do Rio de Janeiro – Galeão (11h25min).
A LATAM também oferece voos diários a Frankfurt, saindo apenas de São Paulo – Guarulhos (11h35min)
Já a Condor, empresa alemã conhecida por oferecer voos low cost a destinos no Caribe e nas Américas oferecem voos diretos de Recife, Salvador e Fortaleza. No fim deste ano, a Condor começará a operar voos sazonais para o Rio de Janeiro – Galeão.
Uma outra companhia aérea alemã que de vez em quando oferece voos charters ao Brasil e Caribe é a Air Berlin. Inclusive uma vez eu já vi um desses voos charters aqui em Manaus, porém esses voos são fretados por empresas de turismo da Alemanha que levam passageiros a destinos “exóticos” na alta temporada.

Qual a disponibilidade de restaurantes?

O aeroporto de Frankfurt é gigantesco, possui dois terminais com algumas subdivisões e obviamente possui muitos cafés e restaurantes.
Desde fast foods, comidas mais leves, restaurantes um pouco mais sofisticados e afins, existe uma enorme variedade de comidas por ali.

Existe wi-fi gratuito?

Sim, e por todo o aeroporto. Hoje em dia a maioria dos aeroportos europeus oferece o próprio wi-fi gratuito, e caso queiras ter um acesso mais rápido, eles possuem uma conexão paga através do cartão de crédito.

Como é a conexão para o centro da cidade?

É fácil ir do aeroporto até o Centro. Para isso, é necessário seguir até a saída do terminal 1 em direção à S-bahn, que é a linha de metrô da cidade. Não se esqueça de comprar seu ticket antes numas máquinas próximas a estação (vai que um fiscal resolve aparecer no trem?), e siga de metrô até a estação que fique mais acessível ao seu hotel.

Qual a disposição de tomadas?

Não é difícil de achar tomadas pelo aeroporto. Caso precise carregar algo, pode ficar tranquilo.

Câmbio?

Em Frankfurt, assim como em qualquer outro aeroporto, vale usar a regra de trocar a menor quantidade de dinheiro possível. Provavelmente você já irá sair do Brasil com alguns euros, mas se você vier de algum outro lugar (principalmente europeu) que utilize uma outra moeda, procure as casas de câmbio no centro da cidade, pois elas possuem cotações mais favoráveis aos turistas.

O que mais posso destacar?

Uma característica que vi em poucos aeroportos no mundo é que o Aeroporto de Frankfurt oferece jornais do dia de graça para quem quiser. :) Da última vez que passei por lá, o Bayern de Munique tinha acabado de ganhar a Liga dos Campeões, e os jornais alemães estavam eufóricos! Guardei alguns de souvenir. :)

2013-05-27_08-14-33_195

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen München (MUC)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: San Francisco Int’l Airport (SFO)
Airport Review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Flughafen Wien (VIE)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Aeropuerto El Dorado (BOG)
Airport Review: Aeroporto da Portela (LIS)

Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)

Airport review: San Francisco Int’l Airport (SFO)

San Francisco é juntamente com Los Angeles (LAX) e San Diego (SAN) um dos principais hubs domésticos e internacionais não só da Califórnia, mas dos Estados Unidos em si. Esse aeroporto é realmente gigantesco e conveniente para o passageiro, e sem pensar digo que ele é um dos melhores em que já estive.

@SFO

@SFO

Conexão direta com o Brasil?

Infelizmente, não. Porém, ele é super acessível de qualquer grande aeroporto dos Estados Unidos. O lado ruim é a distância de hubs diretos com o Brasil como Miami (6h05) e New York (5h35).

Qual a disponibilidade de restaurantes?

SFO tem vários restaurantes e cafés, tanto na área para conexão quanto na área comum. As opções vão de fast foods, comida mexicana, hambúrgueres, comida japonesa, dentre outros.

Existe conexão wi-fi?

Sim, e de graça! O tempo é ilimitado.

Torneiras, onde as pessoas podem encher suas garrafinhas de água.

Torneiras, onde as pessoas podem encher suas garrafinhas de água.

E qual a disponibilidade de tomadas?

Não demorei a achar tomadas, já que o aeroporto é bem amplo e espaçoso.

Como é a conexão para o centro da cidade?

O site do aeroporto não é claro quanto a isso, já que eles só pedem para pedir informações no balcão de informações. Porém uma espécie de shuttle oficial (e pago) do aeroporto deve ser disponível.

E para alugar carro, como faz?

Nós alugamos carro e foi super tranquilo. Pegamos um monotrilho chamado AirTrain que conecta todo o aeroporto. Siga na linha azul até a última parada, onde se encontra o Rental Car Center, com a presença de diversas locadoras. É só entregar a reserva que as chaves do carro são entregues rapidamente.

Informações sobre o AirTrain

Informações sobre o AirTrain

Dicas de lazer em geral.

O aeroporto SFO tem muitas coisas para fazer, desde exposições de arte, aluguel de DVDs e até um museu da Aviação! Pena que não tive tempo de conhecer.

É fácil de fazer compras?

Sim! SFO possui lojas de diversos backgrounds, como roupas, acessórios, tecnologia, livros e afins.

Welcome to San Fran!

Welcome to San Fran!

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen München (MUC)
Airport Review: Aeropuerto El Dorado (BOG)
Airport Review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Flughafen Wien (VIE)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Aeroporto da Portela (LIS)

Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)

Airport review: Flughafen München (MUC)

O aeroporto Franz Josef Strauss, próximo a Munique é o segundo maior aeroporto da Alemanha e serve de hub para a Lufthansa e companhias parceiras da Star Alliance. Pelo fato do aeroporto de Frankfurt estar saturado, Munique começou a receber mais voos, e atualmente está em reformas para uma terceira pista e terminal.

Este aeroporto é simplesmente um dos mais bonitos e organizados em que já estive. Em todas as ocasiões estava passeando pela cidade, e anotei alguns pontos para compartilhar aqui especialmente sobre o Terminal 2 (o maior):

Área de check in: 

Como citei antes, o aeroporto de Munique é hub para a Lufthansa e para a Star Alliance, e a área de check in fica no primeiro andar, logo após as escadas rolantes. Existe um elevador bem amplo para quem tem malas maiores. Para fazer o check-in, primeiramente é necessário imprimir os cartões de embarque numas maquininhas, e depois se dirigir à área de check in das malas. Dificilmente existem filas e o processo é bem rápido.

Raio-x e afins: 

As filas tendem a ser um pouco maiores devido à qualidade da revista feita pelos policiais. Se existe pressa, é melhor passar logo por essa região.

Restaurantes e alimentação em geral:

Antes e depois da área de check-in, existe uma enorme variedade de restaurantes, bares e lanches, e todos de boa qualidade. Eu recomendo ir para o bar da Erdinger, logo na frente do desembarque onde é possível tomar a cerveja mais popular da Alemanha ao mesmo tempo assistindo a um jogo de qualquer esporte, e comendo boa comida.

Informação para o turista: 

O balcão fica em frente ao desembarque, onde gentis atendentes que falem inglês tiram as principais dúvidas do turista. Eles também dão mapas e panfletos da cidade, se pedir.

Transporte para o centro da cidade: 

Existem as linhas S1 (azul claro) e S8 (preto) do metrô que saem do aeroporto em direção ao centro. Ali perto do desembarque existe uma máquina onde é possível comprar a passagem, disponibilizada em alemão, inglês e francês por exemplo. Comprando o Single day ticket é possível pegar o trem e ainda poder andar um pouco mais no metrô pelo resto do dia.

Como pegar esse trem?

É necessário sair do terminal 2 e entrar no prédio à frente, com uma grande letra S em verde (símbolo do sistema de trens). Esse terminal do S-bahn é bem grande e tem vários restaurantes e lojas de todo o tipo. Tem que descer a escada rolante e ir para o lado esquerdo, de onde parte a linha S8, que chega ao centro bem mais rápido que a S1 por causa da quantidade de paradas. Existem paineis mostrando quanto tempo falta para a chegada do trem, e que horas o trem partirá.

Mapa do metrô e trens de Munique

Mapa do metrô e trens de Munique

Wi-fi e internet: 

Existe wi-fi grátis por 30 minutos. É preciso fazer um pequeno cadastro, e logo logo a internet será disponibilizada. Após os 30 minutos pode-se conseguir um maior tempo de conexão, mediante pagamento no cartão de crédito.

Tomadas: 

Existem tomadas em lugares específicos tanto antes e depois do check-in. Não falta energia para ninguém.

Dormir no aeroporto: 

Caso exista necessidade de pernoitar no aeroporto, existem dois hoteis na região do aeroporto. Caso gastar dinheiro por lá não seja uma prioridade, é possível dormir sim, mas o aeroporto só disponibiliza camas em períodos de calamidade, como uma nevasca que feche as pistas.

Duty free:

O Duty free de Munique é bom e amplo, e vários produtos são vendidos a bons preços lá. Ponto de atenção negativo é a falta de cerveja alemã à venda por lá.

Como já citei antes, o aeroporto de Munique é organizado e bem confortável. Ele é totalmente preparado para passageiros em conexão

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: San Francisco Int’l Airport (SFO)
Airport Review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Flughafen Wien (VIE)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Aeropuerto El Dorado (BOG)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Aeroporto da Portela (LIS)

Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)