Airport review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)

O aeroporto de Frankfurt é um dos principais portões aéreos da Europa, ficando atrás somente do aeroporto de Londres – Heathrow e de Paris – Charles de Gaulle. Na Alemanha ele é o principal hub aéreo da Lufthansa, que é a maior empresa aérea do país, e atualmente ele serve 275 destinos em 111 países!

Pelo tamanho, número de destinos e obviamente número de passageiros, o aeroporto de Frankfurt é bem preparado para o viajante, possui excelente infraestrutura e está constantemente buscando melhorar o atendimento ao cliente – que já possui altíssimo grau de satisfação devido à eficiência alemã.

Aguardando meu vôo no Aeroporto de Frankfurt

Aguardando meu vôo no Aeroporto de Frankfurt

Existe conexão direta com o Brasil?

Sim, e várias cidades no Brasil possuem voos diretos a Frankfurt!
A Lufthansa oferece voos diários partindo de São Paulo – Guarulhos (11h35min) e do Rio de Janeiro – Galeão (11h25min).
A LATAM também oferece voos diários a Frankfurt, saindo apenas de São Paulo – Guarulhos (11h35min)
Já a Condor, empresa alemã conhecida por oferecer voos low cost a destinos no Caribe e nas Américas oferecem voos diretos de Recife, Salvador e Fortaleza. No fim deste ano, a Condor começará a operar voos sazonais para o Rio de Janeiro – Galeão.
Uma outra companhia aérea alemã que de vez em quando oferece voos charters ao Brasil e Caribe é a Air Berlin. Inclusive uma vez eu já vi um desses voos charters aqui em Manaus, porém esses voos são fretados por empresas de turismo da Alemanha que levam passageiros a destinos “exóticos” na alta temporada.

Qual a disponibilidade de restaurantes?

O aeroporto de Frankfurt é gigantesco, possui dois terminais com algumas subdivisões e obviamente possui muitos cafés e restaurantes.
Desde fast foods, comidas mais leves, restaurantes um pouco mais sofisticados e afins, existe uma enorme variedade de comidas por ali.

Existe wi-fi gratuito?

Sim, e por todo o aeroporto. Hoje em dia a maioria dos aeroportos europeus oferece o próprio wi-fi gratuito, e caso queiras ter um acesso mais rápido, eles possuem uma conexão paga através do cartão de crédito.

Como é a conexão para o centro da cidade?

É fácil ir do aeroporto até o Centro. Para isso, é necessário seguir até a saída do terminal 1 em direção à S-bahn, que é a linha de metrô da cidade. Não se esqueça de comprar seu ticket antes numas máquinas próximas a estação (vai que um fiscal resolve aparecer no trem?), e siga de metrô até a estação que fique mais acessível ao seu hotel.

Qual a disposição de tomadas?

Não é difícil de achar tomadas pelo aeroporto. Caso precise carregar algo, pode ficar tranquilo.

Câmbio?

Em Frankfurt, assim como em qualquer outro aeroporto, vale usar a regra de trocar a menor quantidade de dinheiro possível. Provavelmente você já irá sair do Brasil com alguns euros, mas se você vier de algum outro lugar (principalmente europeu) que utilize uma outra moeda, procure as casas de câmbio no centro da cidade, pois elas possuem cotações mais favoráveis aos turistas.

O que mais posso destacar?

Uma característica que vi em poucos aeroportos no mundo é que o Aeroporto de Frankfurt oferece jornais do dia de graça para quem quiser. :) Da última vez que passei por lá, o Bayern de Munique tinha acabado de ganhar a Liga dos Campeões, e os jornais alemães estavam eufóricos! Guardei alguns de souvenir. :)

2013-05-27_08-14-33_195

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen München (MUC)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: San Francisco Int’l Airport (SFO)
Airport Review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Flughafen Wien (VIE)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Aeroporto da Portela (LIS)

Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)

Anúncios

Airport review: San Francisco Int’l Airport (SFO)

San Francisco é juntamente com Los Angeles (LAX) e San Diego (SAN) um dos principais hubs domésticos e internacionais não só da Califórnia, mas dos Estados Unidos em si. Esse aeroporto é realmente gigantesco e conveniente para o passageiro, e sem pensar digo que ele é um dos melhores em que já estive.

@SFO

@SFO

Conexão direta com o Brasil?

Infelizmente, não. Porém, ele é super acessível de qualquer grande aeroporto dos Estados Unidos. O lado ruim é a distância de hubs diretos com o Brasil como Miami (6h05) e New York (5h35).

Qual a disponibilidade de restaurantes?

SFO tem vários restaurantes e cafés, tanto na área para conexão quanto na área comum. As opções vão de fast foods, comida mexicana, hambúrgueres, comida japonesa, dentre outros.

Existe conexão wi-fi?

Sim, e de graça! O tempo é ilimitado.

Torneiras, onde as pessoas podem encher suas garrafinhas de água.

Torneiras, onde as pessoas podem encher suas garrafinhas de água.

E qual a disponibilidade de tomadas?

Não demorei a achar tomadas, já que o aeroporto é bem amplo e espaçoso.

Como é a conexão para o centro da cidade?

O site do aeroporto não é claro quanto a isso, já que eles só pedem para pedir informações no balcão de informações. Porém uma espécie de shuttle oficial (e pago) do aeroporto deve ser disponível.

E para alugar carro, como faz?

Nós alugamos carro e foi super tranquilo. Pegamos um monotrilho chamado AirTrain que conecta todo o aeroporto. Siga na linha azul até a última parada, onde se encontra o Rental Car Center, com a presença de diversas locadoras. É só entregar a reserva que as chaves do carro são entregues rapidamente.

Informações sobre o AirTrain

Informações sobre o AirTrain

Dicas de lazer em geral.

O aeroporto SFO tem muitas coisas para fazer, desde exposições de arte, aluguel de DVDs e até um museu da Aviação! Pena que não tive tempo de conhecer.

É fácil de fazer compras?

Sim! SFO possui lojas de diversos backgrounds, como roupas, acessórios, tecnologia, livros e afins.

Welcome to San Fran!

Welcome to San Fran!

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen München (MUC)
Airport Review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Flughafen Wien (VIE)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Aeroporto da Portela (LIS)

Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)

Airport review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)

O aeroporto de Tocumen, localizado na Cidade do Panamá é cada vez mais utilizado por brasileiros que fazem conexão para diversos países na América Latina e especialmente para os Estados Unidos. De 2006 para cá, o aeroporto sofreu uma reforma e o número de passageiros subiu muito, fazendo também com que a capital do Panamá caísse no gosto de viajantes do Brasil.

Eu acabei de atualizar esse post devido à grande reforma que o aeroporto sofreu em 2012. Espero que aproveitem a estadia no Panamá!

P1020306

Conexão direta para o Brasil?

Sim. A Copa Airlines atualmente oferece 7 voos diários para o Brasil, para Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, e existem planos de abertura de voos entre ainda em 2015 para Fortaleza e Curitiba. A companhia é boa e os voos são confortáveis, e particularmente não tenho nenhuma observação grave a ser feita.
Geralmente os passageiros que embarcam nesses voos fazem conexões para outros países, especialmente para os Estados Unidos. Para a Europa, Panamá só tem voos diretos para Madrid e Amsterdam.

Vou fazer conexão. Posso conhecer a Cidade do Panamá?

É possível sim. O aeroporto oferece um serviço de shuttle que vai ao centro da cidade, sendo possível de conhecer o básico da Cidade do Panamá por algumas horas. Mas é bom observar que é bom de ter um tempo largo na conexão antes do próximo voo.

Existe disponibilidade de restaurantes?

Sim! Para isso, se dirija até o Food Court localizado num andar acima. Uma boa quantidade de restaurantes e fast food se encontram lá. Da última vez, fui almoçar num restaurante ali que serviu a comida bem rápida e gostosa.

É bom de fazer compras no aeroporto?

Sim!! O duty free do Panamá é muito bom, e a variedade de produtos é muito grande. Perfumes, bebidas, cigarros, óculos de sol, eletrônicos em geral e outros possuem preços bons e certas coisas custam até menos que nos EUA, por exemplo. Também algumas lojas de marca se destacam, como Carolina Herrera, Burberry, Rolex e outras.

Existe wifi disponível?

Sim, e por tempo ilimitado! Para conseguir a conexão, é preciso fazer apenas um rápido cadastro colocando seu nome, seu email e nacionalidade. Andei bastante pelo aeroporto e o sinal sempre foi significativo.

Qual a disponibilidade de banheiros?

Na minha última ida ao Panamá, existiam poucos banheiros funcionando e as filas eram enormes. Após a reforma, o número de banheiros aumentou significativamente, e sempre são bem limpos.

E de cadeiras?

Existem cadeiras para todos no terminal, apesar da rotatividade de voos.

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen München (MUC)
Airport Review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: San Francisco Int’l Airport (SFO)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Flughafen Wien (VIE)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Aeroporto da Portela (LIS)

Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)

Airport review: Flughafen Wien (VIE)

O aeroporto de Viena foi um dos que mais me surpreendeu, e pelos bons motivos. Localizado um pouco fora da cidade, a uma primeira vista ele não parece grandes coisas, com tons esverdeados, terminal não muito longo e até certo ponto, meio vazio. Passando do check in, o aeroporto ganha uma nova cara: moderno, interessante, e muito agradável para os passageiros.

Conexão direta com o Brasil? 

Não. Talvez a maneira mais fácil de se chegar a Viena por vias aéreas a partir do Brasil seja pela Alemanha, vide Frankfurt ou Munique.

Existe hub aéreo em VIE?

Sim, e esse hub é da Austrian Airlines, uma companhia parceira da Star Alliance e com um excelente background. Não estranharei se daqui a um ou dois anos ela requisite voos para o Brasil.

Conexão direta com a cidade? 

Foco para o City Airport Train (CAT), que leva 16 minutos para fazer a jornada aeroporto-centro e vice-versa. Em Viena, o CAT para em Wien-Mitte, conexão com o metrô M3.

Dicas para alimentação: 

Na entrada do terminal existem alguns cafés e o Mc Donald’s. Porém, após a área de check in, existem diversos outros cafés e lanches, essenciais para quem está buscando alguma conexão rápida.

Como é o Duty Free?

Por incrível que pareça, o Duty Free de Viena foi um dos mais baratos que já vi de modo geral. Diversos produtos tradicionais de Duty Free como bebidas, bolsas, perfumes e afins tem um preço bom. A dica pro Duty Free fica para os chocolates, onde era possível comprar 5 barras grandes de chocolate suíço por cerca de 10 euros.

Tem wifi? 

Sim, e ali foi o melhor wifi que já encontrei em aeroportos! Motivo? Velocidade rápida e sem limite de tempo!

E existem tomadas? 

Sim, e na verdade, existe até uma infraestrutura própria para utilizar laptops e tablets. Essa estrutura lembra a de um pequeno escritório ou de uma mesa de computador.

Dormir no aeroporto? 

Extremamente possível! Acredite: o aeroporto de Viena oferece camas (sim, camas!!) em todas as portas de embarque! Fora uma variedade de poltronas ali.

Qual o diferencial de VIE? 

O aeroporto é uma vitrine de entrada para a cidade. Logo na hora de pegar as bagagens, se vê fotos e partituras de famosos músicos austríacos! Fora que eles tem vários telões em LCD com detalhes interessantes, como poemas, frases, números e estatísticas e afins. Todos com um toque de arte.

Dúvidas? O site do aeroporto de Viena é http://www.viennaairport.com/

 

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen München (MUC)
Airport Review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: San Francisco Int’l Airport (SFO)
Airport Review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Aeroporto da Portela (LIS)

Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)

Airport review: Aeroporto Humberto Delgado – Portela (LIS)

O aeroporto de Lisboa é o portão de entrada da maioria dos brasileiros que vão até à Europa, tanto pela proximidade de Portugal comparado a outros países europeus, assim como pelo grande número de voos que partem de diversas cidades brasileiras todos os dias.

Em alguns casos, voar para Lisboa (ou com conexão em) pode ser mais barato que ir para outras cidades com aeroportos centrais, vide Frankfurt, Londres e até mesmo Paris. Pelo menos, essa é a realidade daqui do norte, já que é difícil de se achar promoções ou até mesmo bons preços a partir das nossas cidades de destino.

Então, o Airport Review de hoje é especial para Lisboa! Que tal uma varredura geral?

Conexão direta com o Brasil? 

Sim, mas somente com a TAP (Acabei de descobrir que a TAM não tem voos diretos!). Mesmo assim, a TAP opera em diversas cidades pelo Brasil, sendo a companhia aérea internacional com a maior quantidade de voos diários saindo do Brasil. A TAP tem voos diretos a partir de São Paulo-Guarulhos, Rio de Janeiro-Galeão, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Natal, Brasília, Porto Alegre, Recife, e Manaus com escala em Belém.

Imigração: 

Acho que não foi mera impressão minha, mas é necessário andar um pouco até chegar na imigração na chegada. A fila é sempre comprida, mas anda rápido. Os oficiais da imigração são bem prestativos, e no meu caso só perguntaram a data do retorno ao Brasil. A volta foi bem tranquila e sem nenhuma fila.

Conexão do aeroporto para a cidade: 

A linha vermelha do metrô de Lisboa tem no aeroporto uma de suas paradas finais. A partir dela, é possível ir para qualquer ponto da cidade.

Wi-fi: 

O aeroporto oferece conexão de internet gratuita por 30 minutos a partir de um cadastro contendo o seu nome e email, principalmente. Após esses 30 minutos, é possível continuar conectado mediante o pagamento de taxas.

Tomadas: 

Existem várias tomadas pelo aeroporto, que é bem amplo.

Alimentação: 

Existem diversas opções de comidas e cafés ali. As minhas opções em particular foram um sanduíche natural na ida, e um doce (sim, sou humana) na volta. Mas existem outras opções, como fast food, pratos feitos e afins.

Entretenimento: 

Algumas livrarias e lojas de duty free com bolsas, roupas, bebidas, perfumes e alguns equipamentos eletrônicos se encontram na sala de embarque.

Câmbio: 

Geralmente as casas de câmbio em aeroportos são meio caras, e o consenso quase geral é que se troque o mínimo possível, o suficiente para se sair do aeroporto quando você não tem a moeda do país. Mas em caso de conexão aérea para algum outro país que não utilize o euro, as cotações não são tão ruins.

Assistência em solo: 

Existe um balcão para conexões com atendentes super prestativos em tirar quaisquer dúvidas de viajantes.

Em linhas gerais, o aeroporto da Portela me surpreendeu bastante, seja em organização e tamanho proporcional. Achei o aeroporto excelente para conexões, e só pelo fato da viagem não ser tão longa (digo, menos tempo presa dentro de um avião), já me deixa fã de Lisboa. Agora, vou procurar conhecer a capital de Portugal com pelo menos um stopover.

Acompanhe também:

Airport Review: Orlando Int’l Airport (MCO)
Airport Review: Aeroporto di Milano – Malpensa (MXP)
Airport Review: Flughafen München (MUC)
Airport Review: Flughafen Frankfurt am Main (FRA)
Airport Review: Paris Charles de Gaulle – Roissy (CDG)
Airport Review: Miami Int’l Airport (MIA)
Airport Review: San Francisco Int’l Airport (SFO)
Airport Review: Aeropuerto Internacional de Tocumen (PTY)
Airport Review: Chhtrapati Shivaji Int’l Airport (BOM)
Airport Review: Flughafen Wien (VIE)
Airport Review: Aeroport Sheremetyevo (SVO)
Airport Review: Budapest Liszt Ferenc – Ferihegy (BUD)

Airport Review: Istanbul Atatürk (IST)
Airport Review: Chicago O’Hare Int’l Airport (ORD)
Airport Review: Ministro Pistarini  – Ezeiza (EZE)