Passagens compradas: Curaçao

Finalmente decidimos para onde vamos em Setembro! Vamos passar alguns dias no Caribe, mais especificamente em Curaçao, uma das chamadas “Ilhas ABC” (Aruba, Bonaire e Curaçao). Estou realmente animada com essa viagem por alguns motivos, dentre eles o fato de conhecer um lugar novo, a oportunidade de relaxar de fato por alguns dias e também de comer novas coisas e tirar belas fotos!

Já estava com esse pensamento de viajar em Setembro, por causa das minhas férias da faculdade e feriado da pátria, e acabamos resolvendo de supetão o destino. A intenção era encontrar um lugar próximo daqui, onde poderíamos chegar sem precisar fazer muitas conexões e também onde a passagem não fosse tão cara.

Achamos uma passagem em conta pela Copa Airlines, e certamente é o melhor custo-benefício por causa da distância e do tempo de conexão. Já voei pela companhia antes e gostei bastante de todo o atendimento e dos voos em si.

Mas depois de ver tantas fotos e depoimentos de quem já foi pra lá, estou cada vez mais encantada com a ilha e animada com as coisas que vou encontrar! Desde já posso salientar algumas coisas e lugares que já vou guardar na agenda e me preparar para visitar!

Me preparar para passar o dia na praia/piscina: Diferentemente de outras viagens, o objetivo desta é principalmente relaxar. Quando voltei da minha última viagem, para a Califórnia, eu andei tanto e fiz tantas coisas que eu cheguei mais cansada do que renovada! Se possível, vou passar a maior parte do tempo dentro d’água, relaxando e aproveitando essas paisagens lindas da ilha.

Mergulhar ou fazer snorkel: Já vi que Curaçao tem vários tipos de atividades assim, e sinceramente estou me preparando para ir observar os peixinhos no coral (risos). Mas falando um pouco mais sério, sempre quis fazer atividades assim! Vale ressaltar que a última vez que eu fui pra praia foi há 7 anos atrás em Margarita, também no Caribe.

Aproveitar o spa do hotel: Afinal de contas, não é todo dia que você vai pro Caribe e tem a oportunidade de aproveitar um bom spa.

Explorar o centro de Willemstad: A capital de Curaçao é bem charmosinha e colorida, lembrando muito a Holanda, sua colonizadora. Andar por aquelas ruazinhas e encontrar pequenas pérolas deve ser incrível e certamente um passeio desses deve durar o dia todo. Prepararei minha câmera para capturar alguns momentos!

Fazer compras: Já descobri que Curaçao é excelente para fazer compras, especialmente perfumes, maquiagens, roupas, bolsas… tudo o que eu gosto!

Explorar alguma praia distante: Confesso que eu não gosto tanto assim de praias e não é nossa intenção alugar carro (condição que muitos blogs consideram indispensável). Nosso hotel será central e pretendemos fazer a maioria dos nossos passeios a pé, mas se culminar de alugarmos um carro por um, dois dias, acho que será bem interessante de ir para alguma praia um pouco mais distante, como Port Marie, Cas Abou, Kenepa Beach ou alguma outra.

E claro… comer comida típica: Já estou procurando restaurantes especializados em cozinha internacional mas a intenção é comer algo tipicamente caribenho!

Estou aguardando ansiosamente por Setembro e assim que voltar, escreverei o que eu puder sobre Curaçao! Partiu Caribe!

10 coisas que você não sabia sobre o Orloj de Praga

Uma das principais atrações de Praga é o “Orloj”, que é nada mais nada menos que um relógio astronômico de tecnologia medieval instalado em 1410. Ele é o terceiro relógio deste tipo mais antigo no mundo, e o mais antigo ainda em funcionamento, e se encontra bem na praça central de Praga, na chamada “Cidade Velha”.

Foto do Orloj tirada bem cedinho. Ainda não haviam muitos turistas na área.

Foto do Orloj tirada bem cedinho. Ainda não haviam muitos turistas na área.

Várias coisas deixam esse relógio bem atrativo para o público em geral, como a idade, funcionalidade e visual. E quando eu falo em público, digo milhares de pessoas por dia admirando a beleza do relógio, paradas por vários minutos na frente do relógio, seja observando, tirando fotos ou filmando.

Multidão em Praga-1

Multidão em Praga-1

Acompanhe também: O bairro judaico de Praga e suas curiosidades

Mas existem vários motivos pelos quais o relógio chama a atenção. Vou listar 10 deles, essenciais para quem é curioso de saber mais sobre a origem de certas coisas. :)

1. Como falei antes, o Orloj teve suas primeiras partes instaladas em 1410. Porém com o passar dos anos, várias partes foram adicionadas, como estátuas (como as dos apóstolos) e outras seções do relógio. As últimas modificações foram feitas no século XIX.

2. O relógio já sofreu vários reparos, especialmente quando ele parou de funcionar algumas vezes. Porém na Segunda Guerra Mundial, ele foi bem danificado após o ataque alemão na “Revolta de Praga”.

3. O Orloj tem duas grandes fachadas:  de cima além de mostrar a hora e o anel do zodíaco, ele também mostra a posição do Sol no céu. Se o “sol” se encontra na parte azul mais escura, é o meio do dia; se for na parte branca, estamos no início ou no final do dia; se for na amarela, estamos ou no amanhecer ou no crepúsculo, e na parte preta, é noite. Estações do ano são consideradas e o relógio nunca falha.

5. Além da presença do Sol dourado no relógio, também há a representação da Lua. Em geral, ele mostra a presença de cada um destes astros na elipse da Terra.

6. A de baixo já mostra o calendário, que além de apontar o dia do ano em que estamos, apresenta o signo do zodíaco correspondente. O Brasão de Praga também se encontra bem no meio, assim como figuras representando estações do ano.

7. Uma das estátuas presentes ali é a da morte (que é um esqueleto), e ela curiosamente toca um sino. Outras figuras curiosas são do Turco tocando violão (que representa a ameaça dos Otomanos),  do Avarento (um Judeu representado com um saco de dinheiro) e da Vaidade (olhando num espelho).

8. A cada hora, uma pequena “apresentação” (com duração de cerca de um minuto) acontece, juntando sempre milhares de pessoas. Essa apresentação é uma espécie de “comemoração” pela passagem de mais 60 minutos.

9. Durante a época comunista, o relógio continuou funcionando, porém alguns significados das coisas foram alterados. Por exemplo, o homem com a venda era considerado “a falta de criatividade”.

10. Dá para subir para o topo da torre onde se encontra o relógio! Que tal tirar algumas fotos interessantes? :)

Então, o Orloj deve sim ser visitado em uma viagem para Praga. Para alguns, ele pode parecer “desapontante”, pois “ele é só um relógio”, “ele é muito velho”, ou até “o show é muito curto”. Lembrando que essas pequenas coisas são as interessantes de descobrir em qualquer viagem. Além do mais, a história do relógio e da capital da República Tcheca são profundamente interligadas, sendo assim, um símbolo gigante para os habitantes dali.

Algumas razões para visitar a Colômbia

Esse país no norte da América do Sul é por si só um convite aberto para visitantes de todos os gostos e tradições! Talvez a Colômbia seja o destino perfeito para alguns dias de folga.

Melhor lugar: povoado de onde a minha família veio.

Melhor lugar: povoado de onde a minha família veio.

Quanta diversidade! A Colômbia é um país que possui praias, montanhas, florestas, fazendas e grandes cidades. Ela agrada a todo tipo de visitante!

Muitas promoções aéreas. Sempre saem diversas promoções para Bogotá, Cartagena, Barranquilla, Santa Marta e outros destinos. Um excelente custo-benefício para quem procura descobertas interessantes.

Fuja do óbvio! Muitos brasileiros ainda não conhecem a Colômbia e o que ela tem para oferecer. Que tal contar histórias e apresentar lugares pouco menos conhecidos para seus amigos?

Arquitetura colonial espanhola

Arquitetura colonial espanhola

Colombianos são incríveis! Colombianos são muito parecidos a brasileiros em muitos aspectos. Calorosos, gentis e muito amigáveis! E falo com a maior certeza do mundo de que meus amigos colombianos são pra vida toda!

Viajar dentro do país é fácil. Já que pelo tamanho do país (nem tão pequeno nem tão grande), viagens de avião são bem rápidas e é possível pegar a estrada e ir para o outro lado do país em apenas algumas horas.

O Peso Colombiano é uma moeda “barata”. Isso comparando com o Real, claro. Além da vantagem comparativa ser evidente, o custo de vida mesmo nas cidades maiores é baixo.

E essa vista?!

E essa vista?!

Aula de história viva. Um passeio pela Candelaria, pelas ruelas de Cartagena ou até uma viagem um pouco mais extensa para Villa de Leyva dá uma sensação de “volta ao tempo”.

A comida é uma delícia. Cordeiro na brasa, chorizo, almojábanas, tamal, papas criollas, sancocho, changua, arepa, buñuelos, guacamole, bocadillos, e uma picada (churrasco) colombiana num domingo! Hummm!

Lugares incríveis. Que tal observar Bogotá como uma cidade em miniatura no topo de Monserrate? Um tour pelo vale do Café e ainda por cima tomar um tinto? Navegar ao redor de San Andrés?

Nhami!

Nhami!

Melhor custo-benefício! Lugar não muito longe, sem necessidade de passaporte, passagem e moeda baratas e muitas outras razões fazem da Colômbia um excelente destino de viagem!